Saiba quais são as melhores técnicas de memorização para estudos!

por | abr 8, 2022

Algumas técnicas de memorização fazem com que seja muito mais fácil reter uma grande quantidade de conteúdo através de alguns procedimentos que organizam melhor e dão mais ferramentas para que o seu cérebro consiga reter mais informações. Essa habilidade pode ser muito úteis antes de uma prova de vestibular ou ENEM, não é mesmo?

Nós sabemos que às vezes pode parecer muita informação e que as provas exigem muito de nós, mas existem meios de conseguir guardar uma grande quantidade de assuntos e matérias e se sair bem nas suas provas. Continue lendo o nosso post para descobrir como usar as técnicas de memorização ao seu favor.

Então, se você faz parte do grupo de alunos que precisa memorizar as coisas, fique atento para as dicas que vamos te dar. Não deixe de conferir as dicas!

Memorização e suas várias ferramentas

Ao longo de várias pesquisas entre diversas áreas do conhecimento, foram elaboradas algumas alternativas que promovem uma boa retenção de informações através de mecanismos. Por meio de análises e descobertas, sabemos hoje que nosso cérebro trabalha com duas formas diferentes “para memorizar”, e os processos detalhados abaixo exploram essas possibilidades.

Vale ressaltar que memorizar é diferente de decorar um conteúdo. Quando temos algo memorizado, podemos contextualizá-lo de forma adequada e coerente. Já no caso da famosa “decoreba”, o nosso conhecimento é superficial e sistematizado de uma maneira que sabemos apenas o raso.

Vamos conhecer um pouco mais sobre eles.

Estude no esquema ordem alfabética

No momento das anotações, temos costume de escrever tudo o que o professor vai falando em ordem cronológica, mas se você tem muita coisa para memorizar, é mais fácil se organizar por ordem alfabética. Dessa maneira, fica mais tranquilo organizar e sistematizar os assuntos na hora de estudá-los.

Otimize sua rotina com os códigos

Essa talvez seja uma das estratégias mais populares entre os estudantes. A sua efetividade se mostra altíssima desde os primeiros anos de aprendizado. Um bom exemplo disso é o Acróstico: uma composição escrita que contém uma ou mais palavras que ajuda a memorizar conceitos ou criar composições poéticas.

Essa forma de versificação pode acontecer por meio de letras iniciais ou letras intermediárias.

A importância das anotações

Geralmente os professores fazem alguns comentários ou passam determinada informação que não está presente nos livros. Por esse motivo, as anotações são muito importantes e podem fazer a diferença na hora de estudar. Desse modo, você consegue entender os dados com suas próprias palavras e interpretação.

Para isso, dê prioridade para a forma mais confortável e prática de acordo com a sua rotina, além de se dedicar a aprender como anotar de maneira eficiente. Seja em cadernos, agendas com tópicos mais gerais, notas adesivas e o que mais estiver à sua disposição.

Use cores para esquematizar conteúdos

Uma boa estratégia é usar cores diferentes para cada assunto, assim fica mais fácil identificar quais tópicos estudar em cada sessão. Além disso, o uso de marcadores em cores diversas é excelente para destacar tópicos diferentes dentro de um mesmo texto, por exemplo.

As cores azul e verde são bem populares quando o assunto é estudo, pois podem promoverem uma sensação de calma e um estado mental mais focado para rotinas de estudo prolongadas.

Faça um mapa mental para melhor visualização

Os mapas mentais estão em alta! Tire proveito dessa técnica para esquematizar informações importantes que ajudam a criar uma memória visual, já que os métodos que envolvem visualização são efetivos para algumas pessoas.

Você pode optar por criá-los à mão ou acessar uma plataforma online que permita a criação desse material. Nós temos um texto incrível com tudo que é preciso saber para elaborar um mapa mental.

Uso de cartões e ficheiros

Essas ferramentas podem ser de grande utilidade. É interessante utilizá-la para os conceitos que apresentam maior dificuldade ou mais relevantes. Por exemplo, para as aulas de Língua Portuguesa é possível criar um cartão para cada figura de linguagem. Para Física, crie um cartão para cada fórmula.

Com essas dicas, além de memorizar o que precisa, cria-se um ambiente muito mais organizado. Ademais, é interessante criar rotinas que sejam divididas para cada matéria a ser estudada, com horários e dias definidos. Isso promove maior foco em cada parte do processo.

Escolha as estratégias que funcionam para o seu caso

Não há uma fórmula mágica que ajude a resolver todos os seus problemas de memorização de uma só vez. E o que funciona para uma pessoa, pode não funcionar para outra.

Por esse motivo, a decisão mais acertada para se obter êxito nesse processo, é combinar uma série de estratégias que complementem umas às outras e que sejam adequadas para a sua experiência. Dessa forma, não há desperdício de energia em táticas que não são as mais adequadas para o seu estilo.

Assim, a memorização dos conteúdos será fluida e tranquila.

Gostou desse tópico? Então, que tal continuar navegando pelo nosso blog para saber mais sobre o mundo da redação e dos estudos com a nossa equipe. Acesse a página de dicas para ficar por dentro das melhores informações. Garantimos que há muita coisa bacana para te ajudar!

Até a próxima!

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM