Mais algumas super dicas da nossa expert, Prof. Mali!

Bora lá, galera! Vamos simular o que ocorre ANTES de você começar a fazer qualquer rabisco na folha de rascunho.

Deixe-me adivinhar!!?? Hum!! Você costuma ser atropelado por uma montanha de ideias interessantes, e não está disposto a abrir mão de nenhuma?  Ou, pode ser que você, na hora de escrever, tem o famoso “branco”? Fica ali, olhando para os lados, para o chão, para os concorrentes que já começaram a escrever… e simplesmente não sai nada!

Saiba que os dois casos podem inutilizar sua redação no vestibular!

Veja por que:

Aluno cheio de ideias: Escreve sem parar e não nota que as ideias não têm ligação clara, ou nem mesmo têm a ver umas com as outras!  ATENÇÃO: Você, corre o risco de não ir a fundo em nada do que quer escrever. Tudo fica superficial. E o pior, geralmente “acha” que foi bem, mas costuma receber notas baixas e não tem noção do que está errado!

Aluno com “brancos”: Tem bloqueios de ideia, não consegue fazer seu texto dentro do prazo estipulado pelos vestibulares, ou simplesmente não escreve nada. ABANDONA A REDAÇÃO! Produz textos com parágrafos curtos e pobres em argumentos. Pode ficar muito preocupado com “o que pode cair na prova” exatamente porque corre o risco de não ter estofo de escrita.

Bom, acalme-se! Nós, do REDAÇÃO ONLINE temos a solução para esses casos – Agrupar ideias!

Consequências

Vantagens

Desvantagens

Comparação

Crítica

Sugestão

Os itens acima podem ser aplicados à maioria esmagadora das propostas!  Da próxima vez que fizer um texto, tente escrevê-lo a partir do roteiro acima!

Veja que quem tem muitas ideias vai aprender a abrir mão de algumas para se organizar, e quem tem “brancos” vai “forçar” a mente a lembrar sobre o que poderia ser escrito, usando os itens acima. Lembre-se sempre de que dissertar significa, através de uma argumentação sólida, é levantar uma tese e explicar por que pensa dessa forma.  Em TODAS as redações que você fizer, você estará dando “sua posição” sobre algo e explicando-a. Não invente nada fora desse esquema, por favor!  A opinião chama-se a partir de agora tese, e suas explicações chamam-se argumentos.

DICAS:

  • A tese será o embrião da introdução.
  • Ela normalmente fica no primeiro parágrafo, portanto.
  • Os argumentos formarão o “recheio” da sua redação.
  • Cada um pode ser um parágrafo ou você pode usar um argumento só para o texto todo!
  • Argumentos emocionais são em geral considerados fracos.
  • Procure sempre se basear em argumentos racionais, que podem ser discutidos.

 

Agora vai lá! Faz a DISSERTAÇÃO e manda para os nossos corretores.

Valeu!

o que não fazer em uma redação

Comentários do Facebook