Saiba como usar ponto e vírgula e não erre nunca mais!

por | jan 28, 2022

Você já deve ter reparado que muitos estudantes não sabem como usar ponto e vírgula. Ele é um sinal de pontuação que indica uma pausa menor que o ponto e maior que a vírgula, é utilizado, normalmente, como forma de separar orações. E o que isso significa? Significa que ele faz um papel intermediário entre os outros dois sinais citados.

Em alguns casos, seu uso é obrigatório. Por isso, é importante entender sua função e quando empregá-lo corretamente!

O ponto e vírgula pode ser usado em frases que já contenham um alto volume de vírgulas empregadas, mas não só! Onde mais se percebe o uso desse sinal gráfico é em textos jurídicos, como a constituição, artigos, projetos de lei, petições, etc.

Engana-se quem acredita que este é um recurso ultrapassado. Muito diferentemente disso, o ponto e vírgula ainda é utilizado e, caso você o empregue adequadamente na redação, há chances de elevar a nota por demonstrar conhecimento dos recursos linguísticos. Além disso, como já mostramos aqui no blog, a pontuação é uma grande aliada para a construção de sentido nos textos!

Aprenda com a Redação Online algumas regras básicas sobre como usar ponto e vírgula:

Como usar ponto e vírgula: 6 dicas

1 – Separação de itens de uma lista como forma de enumeração

Essa regra é aplicada em listas gerais, mas pode ser facilmente verificada na Constituição do Brasil.

Exemplo:

Art. 1° A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
I – a soberania;
II – a cidadania;
III – a dignidade da pessoa humana;
IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V – o pluralismo político.

Agora que já aprendeu essa primeira regra básica, não se esqueça: ao citar uma lei, é preciso manter o ponto e vírgula que separa os itens. Assim também deve ser em produções do gênero instrucional, como um texto de instruções. Para praticar, você pode começar aplicando em seu dia a dia, em suas listas de compras:

Lista de compras
Amaciante;
Sabão em pó;
Detergente;
Água sanitária;
Esponja de aço;
Peito de frango;
Linguiça calabresa;
Muçarela.

2 – Separação de orações com excesso de vírgulas

O ponto e vírgula pode separar orações coordenadas em que a vírgula já foi excessivamente utilizada, ou, ainda, quando o texto é muito extenso. Veja os exemplos:

Ex.: Todos meus amigos que irão ao cinema vão acompanhados: o Matheus namora a Júlia; a Isabela conheceu, recentemente, o Luiz; a Ana está com o Rafael há anos; o João está sempre acompanhado da Maria; a Isabela, sem dúvidas, convidará o Heitor. Apenas eu irei sozinho?

Ex.: Nossos caminhos sempre se cruzaram, mas nunca compreendi o motivo ao certo. Em Londres, ele apareceu no mesmo pub, sozinho e sem nem sabermos que estávamos na mesma cidade; em duas viagens, estávamos no mesmo voo, mesmo destino, assentos lado a lado; de volta ao Brasil, antes de eu me reestabelecer, mudei para o mesmo prédio que ele.

Perceba que o uso dessa ferramenta é interessantíssima para ocasiões nas quais você precisa desenvolver uma ideia extensa no parágrafo e sabe que irá utilizar vírgulas e pontos demais. Preste atenção: os pontos e vírgulas separam orações que estabelecem relação direta umas com as outras, então, ao mudar de assunto, usa-se ponto.

3 – Separação ou enumeração de elementos na frase

Nesses exemplos, preste atenção no fato de os itens separados dizerem respeito aos mesmo temas e de estarem indicados de forma direta, não em listagem.

Ex.: No capítulo a seguir estudaremos os seguintes temas: comparação; metáforas; metonímias; antítese; paradoxo; gradação.

Ex.: Os pedreiros solicitaram novos produtos para a obra: cal; cimento; argamassa; pedras.

Essa é uma regra próxima da primeira, mas se difere no fato de não ter frases construídas em listas.

4 – Omissão de verbos

Neste caso, o ponto e vírgula evita a repetição do verbo. Esse é um recurso muito utilizado em textos teóricos e pode ser uma ferramenta importante para a redação, pois demonstra conhecimento dos recursos linguísticos. Observe:

Ex.: Quando a torre desabou, os funcionários da ala central estavam no saguão; Matheus no elevador.

Ex.: Depois de horas esperando Lucas chegar, Maria foi embora com Pedro; Lia com seus pais.

Além de conhecimento linguístico, esse meio evita que o texto seja penalizado em coesão textual e vocabulário por repetições da mesma palavra. Importante, não é? Um atributo só pode evitar uma penalização em duas categorias.

5 – Separação de orações com conjunções adversativas

Para separar orações adversativas, o ponto e vírgula é utilizado com o objetivo de marcar pausas maiores entre orações que empregam as conjunções ou conectivos. Atente-se às demonstrações:

Ex.: Amanhã irei trabalhar; no entanto, estarei em home-office.

Ex.: Luan se machucou no parquinho ontem e chorou muito; porém, nenhum machucado foi grave.

Ex.: Jurei que ficaríamos unidos na saúde e na doença; todavia, não imaginava que a saúde iria embora tão rapidamente.

Aqui, o uso está mais ligado à entonação almejada na leitura, como em textos do gênero narrativo nos quais há inscrição de diálogos, por exemplo. Nada impede, contudo, que seja aplicado qualquer outro gênero textual.

6 – Ponto e vírgula para separar orações sindéticas

Toda oração coordenada sindética possui uma conjunção para integrar uma à outra, pois são independentes, isto é, funcionariam sozinhas. Para estabelecer relação de sentido, as conjunções são acrescentadas. Nelas, deve-se usar a vírgula antes do conectivo, no entanto, quando o verbo é colocado antes da conjunção, pode-se utilizar o ponto e vírgula.

Ex.: As meninas são felizes; sentem, porém, a falta do pai.

Ex.: Nossas amizades de infância são as mais importantes de nossas vidas; não conseguimos, no entanto, manter contato frequentemente.

As conjunções são fundamentais na construção de um texto coerente e coeso. Antes de aprender a usar o ponto e vírgula, é importante saber usar conjunções adequadas!

É importante lembrar-se de que o ponto e vírgula não é um ponto final na frase. Dessa forma, a letra, após esse sinal de pontuação, deve ser minúscula!

Com as nossas orientações, você estará capacitado a utilizar o ponto e vírgula em suas redações. Não deixe, porém, de colocar o recurso em prática para se sentir seguro na hora das provas. Para não fazer feio, recomendamos a leitura de outro post aqui em nosso blog, o texto: Erros ortográficos e gramaticais comuns para evitar na redação.

Além disso, se você quiser continuar por dentro de assuntos relacionados, você também pode nos seguir no Facebook e no Instagram!

Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM