Temas de redação objetivos e subjetivos: quais são as diferenças?

por | jan 17, 2022

Os temas de redação objetivos e subjetivos possuem algumas diferenças. Se você vai prestar vestibular ou concurso é importante saber identificá-las. Confira neste post!

O tema nada mais é do que é a proposta de redação que você deverá desenvolver no vestibular, Enem ou concurso. Mas saiba que não existe apenas um tipo de tema: existem os temas objetivos e subjetivos. A escolha da proposta dependerá da instituição, por exemplo, o Enem é conhecido por abordar temas objetivos e o vestibular da Fuvest costuma propor temas subjetivos.

De qualquer forma, saber identificá-los é essencial para que você consiga lidar com qualquer tipo de tema no dia da prova e desenvolver a redação corretamente.

Neste post, você vai entender as diferenças entre os temas objetivos e subjetivos, alguns exemplos práticos e dicas para desenvolver a redação. Boa leitura!

Temas de redação objetivos

Os temas de redação objetivos apresentam um recorte temático específico, claro e objetivo, ou seja, fazem uso da linguagem denotativa. É comum que os textos motivadores apresentem dados e fatos reais que direcionam o estudante a desenvolver a redação sobre um determinado problema.

Esse tipo de tema, por exemplo, é muito utilizado na proposta de redação do Enem, que a partir da frase temática e dos textos motivadores é possível identificar o problema e a direção que o texto deve seguir. Em geral, são temas “fechados” e limitados.

Agora, vamos entender com alguns exemplos? Siga a leitura!

Exemplos de temas de redação objetivos

Na edição de 2021, o Enem propôs o tema “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil“. Perceba que não há mistério: o problema já está dado e o aluno deveria desenvolver uma redação abordando a invisibilidade das pessoas sem o documento e a importância do acesso ao registro civil para a garantia da cidadania.

Já em 2020 o tema foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”. Da mesma forma, o problema está posto: a estigmatização. Era preciso, então, associá-la às doenças mentais em nossa sociedade.

Note que não se trata de um assunto abrangente. As duas frases temáticas, com apoio dos textos motivadores, fazem um recorte do tema e já apontam o caminho que o texto deve seguir.

Como desenvolver uma redação com tema objetivo

Geralmente, os temas de redação objetivos são considerados mais fáceis por apresentar o problema de forma clara. Porém, diante desse tipo de temática, ainda assim é necessário que você saiba interpretar texto e tome alguns cuidados.

A seguir separamos algumas dicas para você desenvolver um texto com tema de redação objetivo:

  • atente-se à frase temática e circule as palavras-chaves;
  • leia com atenção os textos motivadores e identifique os conceitos e/ou problemas abordados;
  • interprete a frase temática e identifique qual é o problema apresentado;
  • reflita sobre as causas e consequências do problema;
  • defina o seu ponto de vista (tese) sobre o problema e coloque as mãos à obra!

É importante lembrar que no caso de redações com temas objetivos, como é o caso do Enem, você deve desenvolver a redação em torno das palavras-chaves apontadas na frase temática e nos textos de apoio. Assim, você evita fugir do tema e não perde ponto na redação. Anotado?

Temas de redação subjetivos

Diferente do Enem, alguns vestibulares trazem como proposta de redação temas subjetivos – esse é o caso do vestibular da Fuvest (USP).

Mas, afinal, o que é um tema subjetivo? Vamos lá! No dicionário, a palavra “subjetivo” significa algo particular, individual, ou seja, próprio do sujeito. Nesse sentido, um tema subjetivo faz uso da linguagem conotativa (figurada).

Trata-se de uma proposta de redação mais ampla, em que há várias possibilidades de direcionamentos, uma vez que o estudante fica mais livre para construir a redação de acordo com a sua interpretação textual – diferente dos temas objetivos, que são mais limitados e claros em seu enunciado.

Outra diferença entre temas objetivos e subjetivos é que uma proposta subjetiva geralmente é mais reflexiva, sem a presença de dados, pesquisas e fatos concretos. Porém, isso não quer dizer que você deve desenvolver o texto de forma reflexiva, ficando apenas no campo das ideias e emoções, viu?

Lembre-se que a prova de redação dos vestibulares exigem um texto dissertativo-argumentativo. Isso quer dizer que você deve se posicionar a respeito do problema, apresentando seus argumentos com objetividade e embasamento científico.

Agora, vamos ver alguns exemplos? Confira!

Exemplos de temas de redação subjetivos

O tema de redação da Fuvest em 2021 foi: “O mundo contemporâneo está fora da ordem?”. Note que a pergunta demanda uma reflexão sobre o assunto, além de não apresentar o problema e nem apontar uma “verdade absoluta”.

Diante de um tema assim, você deve se atentar aos textos motivadores e se posicionar de forma clara sobre a pergunta, com argumentos fundamentados. Além disso, é possível seguir alguns caminhos na redação, relacionando o capitalismo e a sociedade, a crise climática e até mesmo a pandemia do coronavírus.

Já em 2013, o tema de redação da Fuvest foi “Consumismo”, cujo texto motivador apresentava somente uma imagem do interior de um shopping com o slogan “Aproveite o melhor que o mundo tem a oferecer com o Cartão de Crédito X”.

Perceba que a proposta temática é reflexiva, pois não apresenta fatos concretos. Porém, o aluno deveria interpretar a imagem e a frase, que apontavam para as relações entre o consumo e a ideia de felicidade. A partir disso, era possível trazer as consequências do problema (consumo exagerado) para o plano concreto, por exemplo, o endividamento.

Além disso, a redação poderia abordar o capitalismo, a relação entre ter e ser, a pobreza, a influência das mídias no consumo etc. 

Deu para perceber que os temas subjetivos exigem mais interpretação e possuem abertura para o desenvolvimento do texto? Agora, confira as dicas de redação!

Como desenvolver uma redação com tema subjetivo

Vimos que o tema de redação subjetivo é mais amplo, por isso é possível que as pessoas façam interpretações diferentes para um mesmo tema. Como vimos anteriormente, embora a proposta de redação tenha uma perspectiva subjetiva, você deve produzir o texto de forma objetiva, trazendo o tema para o plano concreto. Uma boa forma de fazer isso, é seguindo estas dicas:

  • leia atentamente e interprete a frase temática e os textos motivadores;
  • associe o tema ao plano concreto, ou seja, aos aspectos sociais, econômicos e políticos da sociedade atual; 
  • defina o seu ponto de vista e escreva seus argumentos com embasamento científico.

Quer saber mais sobre como identificar temas subjetivos? Confira as dicas que a professora Juliane, do Redação Online, separou para você:

E aí, você conseguiu entender as diferenças entre temas objetivos e subjetivos? Precisa de ajuda para estudar redação? Conte com a gente! Nossos professores podem ajudar você a se preparar para o vestibular, Enem ou concurso. Confira os nossos planos e se prepare para a prova tão esperada!

<a href="https://redacaonline.com.br/blog/author/marinadias/" target="_self">Marina Dias</a>

Marina Dias

Bacharela em Letras Língua Portuguesa e Literaturas pela UFSC, revisora de textos e redatora.
Assine um plano do Redação Online
Como fazer uma Redação do zero
Guia da Redação ENEM: tudo o que você precisa saber
Como tirar nota mil na Redação ENEM