Escreva uma redação sobre o tema “Desafios na alfabetização infantil” e teste seus conhecimentos sobre o texto dissertativo-argumentativo.

Com base nos conhecimentos adquiridos ao longo de sua formação e a partir da leitura dos textos motivadores a seguir, escreva uma redação de até 30 linhas sobre o tema “Desafios na alfabetização infantil”. Para tanto, use a modalidade padrão da língua portuguesa. Além disso, apresente uma proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.

Confira o tema “Desafios na alfabetização infantil”:

Texto 1

5 desafios da alfabetização no Brasil

No dia 8 de setembro se comemora o Dia Mundial da Alfabetização. No entanto, no Brasil, ainda temos muito a percorrer para uma alfabetização eficiente para todos. Desse modo, listamos os cinco principais desafios desta que é uma etapa de extrema importância para o desenvolvimento educacional e pode refletir negativamente por toda a vida do estudante.

1- Falta de dados
Os dados mais recentes sobre o assunto referem-se a 2016, já que a Avaliação Nacional da Alfabetização foi descontinuada. Porém, sem informações atualizadas, fica ainda mais difícil buscar soluções para equiparar a grande desigualdade na aprendizagem das crianças existente no Brasil.

2- Alfabetização adequada
De acordo com a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA), as dificuldades já se dão no início do processo de aprendizagem no Brasil. Assim, em 2016, menos da metade dos estudantes do 3° ano do Ensino Fundamental alcançaram os níveis de proficiência suficientes em Leitura (45,3%) e em Matemática (45,5%).

3- Impacto da desigualdade social
As diferenças dos níveis de proficiência em Leitura, Escrita e Matemática de acordo com o Nível Socioeconômico (NSE) são gritantes. Isso é o que mostra a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA). Em 2016, o grupo com NSE muito baixo e baixo tiveram média de 23,4 em Leitura, enquanto o grupo alto e muito alto mais que dobrou a média, alcançando 68,2.

4- Disparidades regionais
As diferenças da educação oferecida nos estados brasileiros também influenciam no nível de proficiência da alfabetização. Dados do MEC, Inep e Doeb de 2014 e 2016 mostram que a Região Norte e Nordeste ficaram abaixo da média brasileira nos níveis de proficiência em Leitura e Matemática em 2014 e 2016 e em escrita em 2016. Obs: Não há dados de Escrita em 2014.

5- Distorção entre Idade e Série
O Relatório SAEB/ANA 2016 indica que cerca de 14,9% dos estudantes do Brasil têm dois anos ou mais acima da idade de referência para a sua etapa do ensino. No entanto, nas regiões Norte e Nordeste, a média é ainda maior que a nacional, com 20,2% e 21,4%, respectivamente.

A Meta 5 do Plano Nacional de Educação (PNE) é alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3° ano do Ensino Fundamental. Para quem abandonou a escola ou não teve acesso na idade apropriada, há a possibilidade de alfabetização na Educação de Jovens e Adultos (EJA), que oferece os níveis da Educação Básica em todo o país.

Fonte: https://www.futura.org.br/5-desafios-da-alfabetizacao-no-brasil/

Texto 2

MEC prioriza método fônico e alfabetização aos 6 anos, mas aceita que ciclo só termine aos 8

Assinada pelo presidente Jair Bolsonaro na manhã desta quinta-feira (11.04.2019), a nova Política Nacional de Alfabetização (PNA) só foi divulgada publicamente pouco antes das 22h de quinta, com a publicação do texto em uma edição extra do “Diário Oficial da União”. No documento final, manteve-se a diretriz presente em um rascunho dela, pela qual a priorização da alfabetização deve acontecer no 1º ano do ensino fundamental, quando as crianças têm 6 anos.

No entanto, o MEC incluiu um objetivo novo no texto que saiu no DOU, que é cumprir a meta 5 do Plano Nacional de Educação (PNE). Assim, a meta, que entrou em vigor em 2014 e tem vigência até 2024, quer todas as crianças alfabetizadas até no máximo o final do 3º ano do fundamental, ou seja, aos 8 anos de idade. Mas a política não é obrigatória às redes estaduais, municipais e privadas.

Qual é a idade certa para alfabetizar?

A questão está em debate no Brasil na última década. Assim, veja os principais pontos:

  • A tendência de antecipar a alfabetização começou nas escolas particulares depois de 2010, quando o ensino fundamental passou de oito para nove anos de duração, e o antigo “pré” se tornou o 1º ano do fundamental;
  • Em 2013, o MEC lançou o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). Trata-se de uma iniciativa para estimular que crianças estejam plenamente alfabetizadas aos 8 anos, no 3º do fundamental;
  • Mesmo assim, não é isso o que acontece na realidade: dados da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) de 2014 mostram que um quinto dos alunos da rede pública chegou ao 4º ano do fundamental sem aprender a ler adequadamente;
  • Além disso, estudos indicam que o processo de alfabetização é longo. Para ser concluído aos sete anos, precisa começar com as crianças mais novas, que ainda não estão preparadas para isso;
  • Os defensores das ciências cognitivas de leitura afirmam que é possível o “ensino explícito e organizado das relações entre os grafemas da linguagem escrita e os fonemas da linguagem falada”, como diz nova política do MEC;
  • Secretários estaduais e municipais de Educação já afirmaram que não são contra o método fônico. Porém, são contra a definição de um método em detrimento dos demais.

Fonte: https://g1.globo.com/educacao/noticia/2019/04/04/mec-estuda-priorizar-a-alfabetizacao-no-1o-e-nao-mais-no-2o-ano-do-ensino-fundamental.ghtml

Texto 3

PERFIL DAS CRIANÇAS DO BRASIL

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua 2018 estimou que temos no Brasil  35,5 milhões de crianças (pessoas de até 12 anos de idade). Isso corresponde a 17,1% da população estimada no ano, de cerca de 207 milhões. […]

Entre a população brasileira a partir dos 15 anos de idade, a taxa de alfabetização em 2018 foi estimada em 93,2%. Assim, como se vê no gráfico a seguir, quase ¼ das crianças brasileiras de 5 anos (23,6%) são alfabetizadas. Entre as crianças de 12 anos, quase todas (98,7%) sabem ler e escrever.

Gráfico com a taxa de alfabetização de crianças por idade.

https://educa.ibge.gov.br/jovens/materias-especiais/20786-perfil-das-criancas-brasileiras.html

Texto 4

lute 2

Fonte: https://www.hojeemdia.com.br/opini%C3%A3o/blogs/blog-do-lute-1.366314/charge-do-dia-1.365912

Escreva uma redação sobre o tema Desafios na alfabetização infantil após conferir uma lista de repertórios socioculturais que preparamos!

QUERO APRENDER REDAÇÃO!

propaganda redação online

Comentários do Facebook