ENTRAR NA PLATAFORMA
Retrospectiva - Tema de Redação ENEM (2007): O desafio de se conviver com a diferença

 


     As comunidades biológicas, tem a sua pluralidade vista e admirada na sua rica diversidade. No entanto,  as diferenças fisionômicas e culturais dos indivíduos nas comunidades sociais tem enfrentado grandes desafios não só pela falta de empatia das pessoas, como também pela educação estabelecida de forma fragilizada. Dessa forma,  as diferenças têm sido objeto de uniformidade por aqueles que não a respeitam.    


    Em primeira análise,  segundo o “imperativo categórico”  de Immanuel Kant, as pessoas devem se comportar de forma  como elas gostariam de ser tratadas. Em vista, dá não análise dos indivíduos, se seria com atitudes de intolerância e preconceito que essas gostariam de ser ou não tratadas é que se torna concreto a falta de empatia nas sociedades. Nessa perspectiva, as dificuldades acabam se tornando um desafio recorrente da convivência. 


   Ademais, Émile Durkheim retrata anomia social como uma sociedade que não se comporta de maneira harmônica e segundo ele, isso é um reflexo de instituição que tem suas bases fragilizadas. Comprova-se isso, ao analisarmos que o respeito ao próximo e as leis partem principalmente da educação escolar. Portanto, com esse pilar fundamental sendo instável, os entraves a convivência com as diferenças tanto culturais quanto fisionômicas serão maiores. 


   Nesse sentido, para que haja concretude na pluralidade é necessário que o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, promova  pelos meios midiáticos propagandas de conscientização sobre o respeito ao próximo com o intuito de gerar uma reflexão sobre se o que desejamos para o semelhante se usado como regra universal, seria bom para todos.  É imprescindível também, que o MEC promova no currículo escolar pautas, como a tolerância e o respeito às diversidades, sejam elas culturais ou fisiológicas. Dessa forma, a escola como fundamental instituição se fortalecerá  e os desafios de se conviver com as diferenças deixará de ser um anomia social e passará a se tornar admirável pela sua harmônica diversidade, assim como, nas comunidades biológicas. 


         

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde