ENTRAR NA PLATAFORMA
Os desafios para manter um sistema de saúde público no Brasil
A obra expressionista o "Grito" do pintor Edvard Munch simboliza o sentimento de angústia do ser humano. Fora das telas, a população brasileira partilha do mesmo sentimento, tendo em vista a demora em se receber atendimento médico nos hospitais públicos. Ademais, é preciso reduzir o tempo de espera para ser atendido, como também uma estrutura adequada para receber os pacientes.
Apesar da criação do Sistema Único de Saúde (SUS) ser um importante avanço para o Brasil, observa-se que o programa se encontra com falha, como assistência adequada, falta de leitos, medicamentos e estrutura, o que resulta em grandes filas hospitalares. É inaceitável que, com impostos altíssimos pagos pela sociedade, ela não posa contar com um sistema apropriado de saúde.
Além disso, a má administração dos hospitais atrelada ao repasse de verbas insuficientes representa também uma enorme contribuição para o caos em ambulatórios. De acordo com a Constituição Brasileira, é dever de o Estado assistir o povo de todas as formas, porém não é o que vem ocorrendo.
Urge, portanto, que eliminar a angústia sofrida pela sociedade é de suma importância. Desse modo, o Governo Federal juntamente com o Ministério da Saúde deve aumentar a verba destinada á saúde coletiva e reformular o (SUS), com o intuito de melhor o serviço prestado visando uma excelente qualidade. Crie um sistema eletrônico para agendamentos de consultas e prontuários médicos, assim agilizando todo o processo de espera existente.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde