ENTRAR NA PLATAFORMA
O problema do alcoolismo na sociedade brasileira
Diversão. Álcool. Acidente. Morte. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o consumo do álcool entre os brasileiro vem aumentando exponencialmente ao longo dos anos. Nesse sentido, cabe avaliar as principais causas e consequências do consumo do álcool na sociedade brasileira.
Convém ressaltar, a princípio, que a história do povo brasileiro está vinculada com a bebida alcoólica, pois desde a colonização a dependência em relação ao álcool é altíssima, e tal dependência levou os colonos até mesmo a se revoltarem contra a Coroa Portuguesa. Devido à histórica relação entre os brasileiros e a bebida alcoólica, esta se tornou uma grande companheira de uma exorbitante parte da população, que sem saber das graves consequências à saúde que o álcool pode trazer acaba por consumi-lo por incentivo de amigos ou familiares. Diante disso, se torna notório que a relação entre o povo brasileiro e o álcool é uma relação enraizada desde a "Revolta da Cachaça" e que os problemas causados pela bebida alcoólica são totalmente negligenciados pela parcela da população que a consome, estes preferem ter uma felicidade momentânea causada pelo álcool do que se preocupar com as consequências futuras que a bebida pode causar.
Outro ponto relevante, nessa temática, é sobre as consequências que o alcoolismo pode trazer para a saúde dos brasileiros. Em virtude do grande consumo de álcool pela população, como mostra o relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), em que a média do consumo de álcool per capita do Brasil chegou a 8,9 litros, superando a média internacional em 2,5 litros, tal situação é preocupante, pois o alto consumo de álcool pode levar a problemas de saúde, como cirrose ou paradas cardíacas, sendo estas em grande parte fatais. Desse modo, é vergonhoso que o Brasil - um dos países mais ricos do mundo - o investimento em campanhas contra o problema histórico do alcoolismo seja tão baixo, assim colocando em risco a vida de pessoas que não sabem sobre os problemas causados pelo álcool ao organismo humano, e também colocando em risco a vida de pessoas que dividem a estrada com motoristas embriagados.
Torna-se evidente, portanto, que medidas são necessárias para combater o histórico problema do alcoolismo presente na sociedade brasileira. Dessa forma, o Ministério da Saúde, deve melhorar e aumentar o número de campanhas contra o alcoolismo, por meio de uma maior destinação do Produto Interno Bruto para o financiamento das campanhas contra esse problema, com postagens nas redes sociais e propagandas nos canais abertos de televisão. Espera-se, com isso, que o problema do alcoolismo na sociedade brasileira possa ter controlado.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde