ENTRAR NA PLATAFORMA
O legado da escravidão e o preconceito contra negros no Brasil

Desde o início da colonização, negros foram trazidos da África para trabalharem como escravos no Brasil, sendo abolida a escravidão apenas 300 anos depois com a promulgação da lei áurea. Entretanto, foi deixado o legado de uma sociedade escravista, na qual pessoas sofrem com atitudes racistas até os dias atuais. Com isso, nota-se que muito ainda precisa ser feito para que a abolição seja realmente efetuada e o preconceito racial, extinto.


Em primeiro lugar, vale ressaltar que a lei áurea foi apenas o primeiro passo para combater a escravidão. Nessa perspectiva, as poesias de Castro Alves, considerado o poeta dos escravos, ilustra com maestria a realidade vivenciada pelos escravizados, que viviam de forma desumana e em estado de calamidade. Dessa forma, nota-se a importância de continuar lutando por igualdade, uma vez que, inseridos em uma sociedade que promove, direta ou indiretamente, a segregação racial, cidadãos se tornam vítimas desse preconceito ultrapassado e enraizado na mente de muitos indivíduos.


Em segundo lugar, neste ano foi realizada uma campanha chamada “vidas negras importam”, como forma de manifestação e apoio às pessoas negras diante de acontecimentos racistas. Desse modo, vê-se que mesmo após anos da abolição da escravidão, práticas discriminatórias contra negros ainda se fazem presente. Ademais, vale destacar que o negro africano contribuiu para a formação da cultura do país, visto que danças, culinárias e demais expressões artísticas, como a capoeira, possuem características africanas, corroborando para um sentimento de unidade e quebra de estigmas raciais. Contudo, é preciso ir além de poesias e expressões culturais para que sejam combatidos, enfim, a escravidão e o preconceito contra negros no Brasil.


Fica clara, portanto, a importância de perseverar no combate às discriminações predeterminadas pela cor da pele. Para isso, urge que a mídia conscientize, com apoio do MEC e por meio de verbas governamentais, a população sobre a importância da cultura negra na formação cultural do Brasil, a fim de acabar com os atos de preconceito racial. Além disso, cabe ao Poder Legislativo reforçar as leis e punições contra atitudes racistas, promovendo uma sociedade mais justa. Apenas assim, desfazendo-se de preconceitos remotos e práticas escravistas, a igualdade poderá ser estabelecida.         

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde