ENTRAR NA PLATAFORMA
Assédio por intrusão (stalking)

    Promulgada em 1988, a Constituição Federal garante a liberdade de pensamento e de escolha. Entretanto, o assédio por intrusão, causado pela falta de segurança digital e ampliado pela falta de educação moral, desrespeita esse direito na prática. Nessa perspectiva, tais desafios devem ser superados de imediato para que uma sociedade integrada seja alcançada.
      Primeiramente, a segurança é um fator chave no desenvolvimento de um país. Sendo a nona maior economia mundial, segundo um ranking do FMI, seria racional pensar que o Brasil é um país seguro. Entretanto, a realidade é o oposto: segundo um estudo publicado pela USP em fevereiro de 2017, o Brasil é, proporcionalmente, um dos países que mais possuem pessoas vigilando e sendo vigiadas do mundo. Isso causa extrema indignação especialmente nas camadas menos favorecidas socialmente, pois estas são obrigadas a conviver com possíveis pedófilos, estupradores e matadores de aluguel sem se darem conta da presença física deles.
      Em segundo lugar, é preciso salientar a falta de educação cidadã como impulsionadora do problema. Segundo Bauman, sociólogo polonês, a falta de solidez nas políticas sociais é característica da "modernidade líquida" vivida atualmente. Tal liquidez mostra um enorme descaso por parte do Estado, pois o mesmo não consegue cumprir um de seus principais deveres: a educação de valores éticos e morais na escola.
     Logo, medidas estratégicas são necessárias para combater os "stalkers". Para que isso ocorra, é imperativo que o Ministério da Economia adote medidas para melhorar a segurança digital e fortalecer a educação cívica por meio da inclusão desses objetivos na Lei de Diretrizes Orçamentárias, com a finalidade de melhorar as condições de vida do cidadão. Tais acontecimentos devem ser webconferenciados com a finalidade de atingir maior lucidez sobre o assunto. A partir dessas ações, espera-se atingir uma sociedade integrada.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde