ENTRAR NA PLATAFORMA
A importância da representatividade no Cinema e na TV

   Durante o século XIX, o Pré-Modernismo revelou obras com um novo aspecto literário: a inserção de personagens marginalizados no centro da narrativa, a fim de representar a realidade diversa do povo brasileiro. Hodiernamente, a sétima arte - o cinema e a televisão - também  se compromete com a função  de levar ao público personagens cujas características acolhem um determinado grupo e cumprem o seu papel de representatividade. Nesse sentido, convém analisar a importância  de figuras representativas no cenário  cinematográfico e os impactos na sociedade.


   Mormente, vale ressaltar o significativo amparo social e psicológico promovido pela representatividade nas obras audiovisuais. Sob esse viés, cabe perfeitamente o pensamento  do psicólogo brasileiro, Rodrigo Casemiro, de que a construção de personagens fora dos padrões "hollywoodianos"  que superam a dificuldade de inserção no mundo inspira as pessoas a ultrapassarem os seus desafios e a estabelecerem laços com a sociedade. Dessa maneira, essas figuras do cinema/TV possuem um papel extremamente fundamental contra um dos inimigos da modernidade: a desconexão social, descrita pelo sociólogo polonês, Zygmunt Bauman. 


  Por conseguinte, é imprescindível frisar a importância dos papéis representativos na busca da redução dos casos de suicídio. De acordo com os estudos do sociólogo francês, Émile Durkheim, o ato de tirar, intencionalmente, a própria  vida pode ser classificado, dentre outros, como "egoísta", o qual é caracterizado por ser consequência da mesma condição apresentada pelo Bauman: a falta de integração indivíduo/sociedade. Sendo assim, com o poder fenomenal das obras visuais criarem o sentimento de pertencimento, é inquestionável a colaboração para a diminuição dos casos de suicídio e, com isso, a busca por uma nação  mais saudável psicologicamente. 


      Portanto, é evidente a importância  de tomar iniciativas para ampliar a questão  da representatividade dentro  das telas. Destarte, a Ancine, apoiada pelo Governo Federal, deve incentivar a criação de filmes ou séries  que busquem representar a realidade, por meio de uma reconfiguração  no sistema de aprovação,  o qual deverá estabelecer um tipo de "ação afirmativa" para tais obras, ou seja, para cada x quantidade  de filmes, 1 deles deverá apresentar tal conteúdo expressivo na narrativa, por exemplo. Espera-se com isso, perpetuar a tradição do Pré-Modernismo com o intuito de atenuar a problemática fundamentada por Durkheim. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde